Biden compromete G7 a lutar contra ransomware

Biden compromete G7 a lutar contra ransomware

No dia 13 de junho, em uma declaração sobre as metas do grupo dos sete países mais industrializados do mundo, o governo Biden anunciou um compromisso iminente com a luta contra ataques ransomware

O anúncio diz:

“A comunidade internacional – tanto o setor público quanto o privado – deve trabalhar em conjunto para garantir que sua infraestrutura seja resistente frente a essa ameaça. Que essa atividade cibernética maliciosa seja investigada e processada; que reforcemos a cibersegurança coletiva; e que os Estados abordem enfaticamente a atividade criminosa em vigor dentro de suas fronteiras!”

A prática de ransomware tornou-se uma preocupação geopolítica desde os sucessivos ataques ao Oleoduto Colonial, e à produtora de carne JBS, que paralisou as linhas de abastecimento dos EUA em maio deste ano. 

Como uma questão de segurança nacional, esse ciberataque tem sido associado à Rússia, devido ao sucesso de grupos hackers sediados no país — que há tempos vêm atacando a infraestrutura da rede dos Estados Unidos e da União Europeia.

Muitos em Washington creem que esses grupos operam, ao menos, com a sanção tácita do governo Putin. Consequentemente, o ataque ransomware e a cibersegurança devem figurar em destaque na cúpula Biden-Putin que ocorrerá amanhã (16/06).

Juntamente com o ransomware, a Casa Branca destaca a corrupção internacional e as linhas de abastecimento provenientes da província chinesa de Xinjiang, como assuntos prioritários para o bem da comunidade global. Essas preocupações seguiram o tom geral da cúpula do G7 na Cornualha, que apresentou considerável antipatia pela China e também pela Rússia.

A aversão a esses países era tão evidente que a embaixada chinesa em Londres respondeu na segunda-feira (dia 14), dizendo: “Os assuntos internos da China não devem ser interferidos, a reputação da China não deve ser caluniada, e os interesses da China não devem ser violados.”

O clima está tenso!

 

Tradução por: Daniel Henrique

Link original

 

Missão: Firewall como negócio

Seja um Parceiro Starti