Windows 7: Chegou a hora de se aposentar!

Windows 7: Chegou a hora de se aposentar!

 

Windows 7 deixa de receber atualizações e correções, transformando-se em uma das maiores vulnerabilidades de segurança.

Após lançar a versão 7 do sistema operacional Windows em 22 de outubro de 2009, a Microsoft se comprometeu a oferecer 10 anos de suporte. Quando esse período de 10 anos termina, o suporte também se encerra, e toda a energia é dedicada ao suporte das novas versões e tecnologias. Isso já é uma prática comum no ciclo de vida de software de todas as empresas.

Esse prazo de suporte ao Windows 7 findará em 14 de janeiro de 2020, após esta data não haverá correção de bug, nem mesmo novos pacotes de Windows Update, o que tornará o sistema vulnerável.

Entenda as Vulnerabilidades

 

O Windows Update é o pacote mensal de correções de vulnerabilidades de segurança encontrados no produto pela Microsoft. Aplicar este pacote mensal torna-se mandatório para garantir o número menor possível de  vulnerabilidades, estas que são alvos para os atacantes.

Manter uma máquina com Windows desatualizada, é alimentar e nutrir a brecha que certamente será explorada por hackers, além de comprometer todas as ações já adotadas pela empresa no campo de prevenção e segurança.

Como já é sabido, os hackers estão constantemente atrás de vulnerabilidades e portas abertas, ou seja, sabendo do fim das correções do Windows 7, é fato de que isso será alvo para novos ataques e os desinformados e desatualizados de plantão serão vítimas certeiras de novas ataques.

Você que é gerente, líder da TI ou proprietário da empresa precisa iniciar um plano de migração de versão. Não deixe seu negócio vulnerável e com sua continuidade comprometida, grandes desastres ocorrem através de pequenas brechas.

 O que devo fazer?

 

A Microsoft publicou algumas informações e recomendações caso você seja usuário do Windows 7:

1- “Para a maioria dos usuários do Windows 7, fazer a transição para um novo dispositivo com o Windows 10 será o caminho recomendado futuramente. Os computadores de hoje são mais rápidos e leves, mas poderosos e mais seguros, com uma média de preço que é muito menor do que a dos computadores médios há oito anos”.

2- “Para aproveitar os últimos recursos de hardware, recomendamos fazer a transição para um novo computador com o Windows 10. Como alternativa, é possível fazer upgrade de computadores Windows 7 compatíveis com a compra e a instalação de uma versão completa do software”.

Caso queira saber mais informações sobre as recomendações da própria Microsoft, clique aqui

Fique atento com seu processador também!

 

Como você acabou de ler, também foi sugerido uma atualização de máquinas. Isso porque desde o último update do sistema, não é oferecido suporte a processadores antigos que não possuem compatibilidade com a tecnologia SSE2 (Double Precision Streaming SIMD Extensions), ou seja, processadores Pentium 3 e outros modelos de CPUs da Intel mais antigos, perderam suporte ao sistema operacional.

A tecnologia SSE2 é um conjunto de 144 novas instruções a mais do que a versão antiga, desenvolvida pela Intel e aplicado a partir do Pentium 4.

Portanto, sabendo que os processadores, que não serão mais compatíveis com o Windows 7, possuem 20 anos ou mais de existência no mercado, as recomendações óbvias são que os usuários realizem um upgrade para um PC com hardware atualizado e utilizem as versões mais recentes do Windows.

Acione seu parceiro estratégico de confiança e atualize seu parque. Não deixe para última hora e não espere a Microsoft finalizar o suporte, lembre-se ele acaba no dia 14 de janeiro 2020.

Quer aprender mais sobre Segurança?

 

Acesse o Blog da Starti e aprenda tudo sobre Segurança Digital.
Prefere eBooks? Então acesse nossa Área de Materiais Educativos e aproveite!