Black Friday: como se proteger?

Introdução

Black Friday ("Sexta-Feira Negra") há anos é costume nos EUA. Comemorada após o feriado de Ação de Graças, a Black Friday marca o início de compras para o Natal.

Quando chegou no Brasil, foi recebida com certa resistência e, chegou a ser chamada de "Black Fraude". Isso, pelo fato de algumas lojas aumentarem os preços dos produtos semanas antes, para dar "descontos" no dia do evento.

Além disso, muitos aproveitam para agir de má fé e criam ofertas e lojas virtuais falsas. Não podemos esquecer dos hackers, que ficam ainda mais atentos aos inúmeros dados pessoais e bancários que são colocados na rede.

Por isso, preparamos para você 13 dicas de segurança para a Black Friday 2018. Aproveite cada uma delas e fuja dos golpes.

Boa leitura!

DICA 1: Conexão Segura

Wi-fi público ou rede aberta? Hora de abortar a missão ou correr para casa! Apenas faça compras em redes com senha e criptografia.

Você irá mexer com informações pessoais e bancárias e certamente não quer a interceptação de um hacker.

DICA 2: Pesquisa

Já tenha em mente o que pretende comprar! Anote os valores e evite a “metade do dobro”. Compre apenas o que vale a pena. Se puder, já faça os cadastros nas principais lojas e garanta mais agilidade.

DICA 3: Lojas Confiáveis

Não custa nada entrar no site do Procon para ver a lista de lojas virtuais não recomendadas. Elas tiveram reclamações registradas e não responderam ou não foram encontradas.

Confira também algumas dicas que a AVG possui e que irão te ajudar na hora de verificar se um site é ou não seguro:

DICA 4: Comparação

Em meio a tantas ofertas, não deixe de comparar os preços em outras lojas. Lembre-se sempre de usar os recursos que lhe mostramos na Dica 3 e, evite que o "barato saia caro".

DICA 5: E-mails

Este momento é propício para receber e-mails suspeitos com promoções inacreditáveis e mensagens tentadoras.

Desconfie e faça o teste: passe o mouse sobre o link e verifique no rodapé se confere com o descrito.

DICA 6: Cadeado

Principalmente na hora de inserir os dados do cartão e finalizar as compras, não deixe de conferir a URL da página em que está. O ideal é que ela apresente um cadeado de segurança e o protocolo HTTPS.

DICA 7: Dados Físicos

A compra é virtual, mas dados como CNPJ, endereço e telefone, além de serem obrigatórios por lei (Decreto Federal no 7962/13) nos transmitem maior segurança e confiança para fechar negócios. Não deixe de conferir se a loja apresenta essas informações.

Além disso, há leis que protegem os dados dos usuários e pode ser uma tranquilidade a mais na hora de preencher os cadastros, como a atual Lei do Marco Civil da Internet, que trata-se de um conjunto de regras que definem garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil e a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que entra em vigor após decorridos 18 (dezoito) meses de sua publicação oficial.

Leia:

DICA 8: Serviços de Pagamentos

Algumas lojas utilizam serviços externos de pagamento. Aceite apenas se o serviço integrado for conhecido e tiver boa reputação na internet.

DICA 9: Condições

Antes de fechar a compra, leia sempre as condições de prazos de entrega, política de trocas, devolução e reembolso. Faça de tudo para evitar transtornos!

DICA 10: Registro

Sabe aqueles e-mails que você recebe com a promoção, confirmação do pedido, do pagamento e outros relacionados à transação? Salve todos até que receba seu produto. Outra dica é “tirar print” das telas com o valor visto inicialmente, para evitar ser enganado depois de abrir a oferta.

DICA 11: Reputação

O histórico da loja conta muito!
Se você está conhecendo o e-commerce pela primeira vez e quer fechar negócio, pergunte para amigos, familiares e pesquise depoimentos em sites como o Reclame Aqui.

DICA 12: Proteção

Seja no smartphone ou no computador, garanta seu Antivírus, Antispyware e Firewall.
Segurança em primeiro lugar!

DICA 13: Selos Falsos

Muitos aconselham aos consumidores checar os selos de segurança que o site apresenta. Mas, infelizmente, isso não quer dizer nada. Muitas lojas falsificam esses selos, por isso é importante clicar sobre eles e ver se o link apresenta as auditorias realizadas no site.
Caso contrário, é melhor descartar essa compra!

DICA BÔNUS

O comunicador do momento não poderia ficar de fora. Assim como o SMS, ele também é um alvo de mensagens maliciosas e pode ser um canal propagador de fraudes. Por isso, fique atento e não acesse links sem antes investigar sua procedência.

Conheça um pouco mais sobre o AdmFirewall e como ele pode ajudar a sua empresa.

O AdmFirewall é um firewall de borda que gerencia a internet da sua empresa, e protege todas as informações e dados que trafegam na sua rede, a fim de aumentar sua segurança e te dar tranquilidade para fazer o que mais sabe.